Análise de Políticas de Saúde

A análise de políticas de saúde é objeto de várias áreas e disciplinas. Na Editora Rede Unida, diversas publicações abordam essa temática de forma interdisciplinar, com ênfase nas diversas conexões que faz a Saúde Coletiva. As políticas de saúde são campo de conhecimentos e práticas de grande relevância para a formação profissional. As Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos da área da Saúde e diversos dispositivos das políticas de indução à mudança na formação, seja dos Ministérios da Educação ou da Saúde apontam para a maior aproximação das práticas de formação com as políticas de saúde. Sugerimos as seguintes leituras:

  • Caminhos para Análise das Políticas de Saúde 
    • Este livro nasce de uma parceria antiga na discussão sobre análise de políticas de saúde no Brasil a partir do debate de uma disciplina realizada na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fiocruz, numa parceria de três professores e instituições – Ruben Mattos (IMS/UERJ), Tatiana Wargas (ENSP/FIOCRUZ) e Gustavo Matta (EPSJV/FIOCRUZ). Algumas das questões propostas em que os autores procuram desenvolver respostas: Por que algumas políticas parecem nunca sair do papel? Por que algumas políticas vingam e outras não? Por que o que se expressa no discurso de governantes e representantes das instituições de governo muitas vezes parece estar tão distante do que é o dia-a-dia da política ou do que se faz no contexto de uma instituição e das práticas em serviço? Nesse sentido e partir dessas e outras questões, os autores demonstram desafios no desenvolvimento dos estudos de análise de política de saúde no Brasil. Organização: Ruben Araujo de Mattos e Tatiana Wargas de Faria Baptista. Acesse!
  • Avaliação compartilhada do cuidado em saúde: surpreendendo o instituído nas redes.
    Livro 1

    Livro 2 

    • O livro “Avaliação compartilhada do cuidado em saúde” está editado em dois volumes a partir do estudo de várias situações da produção do cuidado em saúde, tomando como eixo as formas de organizar essas práticas no Sistema Único de Saúde. Nasceram da escrita de centenas de pessoas, que compuseram o corpo de pesquisadores pelas várias regiões do Brasil, que compartilharam da aposta de produção de conhecimento com a ideia que, para avaliar a produção do cuidado em saúde, era necessário viabilizar a participação de todos os sujeitos trabalhadores e cidadãos, que compunham os cenários de produção das práticas de saúde. Constituímos coletivos, a partir da ideia que no mundo da produção do cuidado todos são pesquisadores, fazendo ofertas para dezenas de lugares espalhados pelo país. Formamos grupos de investigação nas regiões: Norte, Nordeste, Sudeste e Sul. Em todas essas regiões houve uma mistura, que nesse estudo chamamos de in-mundização entre os diversos sujeitos implicados com os focos desse estudo. Nessa in-mundice, o compartilhamento dos vários mundos que aí se inscrevem abriu os processos de avaliação da produção do cuidado em saúde para a dimensão micropolítica dos encontros. Os textos do volume 1 estão distribuídos segundo o diálogo que fazem com alguns eixos temáticos, que se misturam e atravessam. A escolha considerou a inspiração que o material pode produzir nos leitores, mas abrindo para suas próprias experimentações, portanto, vazando a própria ordenação proposta. Para o 2, os autores foram convidados a produzir textos mais extensos e com debates mais desenvolvidos. O centro da produção se mantém: pegar o instituído de surpresa no que o agir micropolítico dos encontros abre ali na produção das existências, no campo do cuidado em saúde. Organização: Emerson Elias Merhy, Rossana Staevie Baduy, Clarissa Terenzi Seixas, Daniel Emilio da Silva Almeida e Helvo Slomp Júnior.

 

  • Pesquisadores IN-MUNDO: um estudo da micropolítica da produção do acesso e barreira em saúde mental 
    • A coletânea é um convite a uma viagem de descobertas, para outras formas de produzir conhecimento, onde o mundo e a vida estão em conexão com objeto a ser pesquisado. Os diferentes capítulos que compõem a obra narram os efeitos da pesquisa intitulada “Acessibilidade na atenção à crise nas redes substitutivas de cuidado em saúde mental no estado do Rio de Janeiro”. Estão presentes as quatro Redes de Atenção Psicossocial (RAPs) dos municípios do Estado do Rio de Janeiro, envolvidos na pesquisa, as quais sustentam a acessibilidade e a produção do cuidado na atenção à crise em saúde mental. Os autores “procuraram ir” para além de só entender essa dinâmica do ponto de vista da relação entre demanda e oferta por serviços de saúde, tentando trazer para a cena do objeto de estudo a noção de acesso e barreira no plano do cuidado em si. Organização: Paula Cerqueira e Emerson Elias Merhy. Acesse!
  • Micropolítica e saúde: produção do cuidado, gestão e formação 
    • Livro produzido a partir da tese de Livre Docência em Saúde Pública de Laura Camargo Macruz Feuerwerker. Esta publicação revisita a produção acadêmica da autora à luz de suas leituras em Foucault, Deleuze e Guattari, abordando-os ao tema da micropolítica, que analisa o processo de produção de subjetividades a partir das relações de poder, ponto decisivo para se pensar a gestão, a produção do cuidado e a formação na área da saúde. O trabalho foi feito retomando e ampliando o debate teórico-conceitual suscitado por materiais anteriormente produzidos, explicitamente referenciados, ampliados e modificados. Autora: Laura Feuerwerker. Acesse!
  • Cartografias na saúde: ensaios da multiplicidade no cuidado 
    • Este livro surge da composição de vários atores e autores que se relacionam com o campo da Saúde Coletiva. A ideia surgiu no grupo de pesquisa do Laboratório de Estudos do Trabalho e Subjetividade em Saúde – LETRASS-UFF/CNPq, alocado no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense, a partir de um desejo de compilar diversas narrativas e perspectivas de experiências no cotidiano dos serviços e de produção de conhecimento na saúde. Entendendo a Saúde Coletiva como um campo plural desde seu nascimento, a obra pretende oferecer ao público também uma pluralidade de olhares, de escritas e de encontros. Organização: Hevelyn Rosa Machert da Conceição, Túlio Batista Franco. Acesse!

Leia mais:

  • A série Micropolítica do Trabalho e o Cuidado em Saúde  publica livros autorais e coletâneas com resultados de pesquisas empíricas e teóricas sobre temas relacionados à abordagem da micropolítica do trabalho em saúde.
  • A revista Saúde em Redes publica regularmente artigos sobre políticas de saúde. Pesquise outras experiências, selecionando a temática no dispositivo de buscas.

 

 

 

Compartilhe:


0 comentários

Enviar um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS NOTÍCIAS

  • Planejar e Dimensionar a Força de Trabalho: início da formação para encarar o de...
    06/12/2018
  • Coordenador Nacional da Rede Unida participa de oficina de Educação Permanente e...
    06/12/2018
  • A Rede Unida parabeniza a excelência da ciência brasileira na pessoa e pesquisad...
    10/01/2019
  • Editora Rede Unida lança livros durante Seminário Internacional
    10/01/2019
  • Aberto período de submissão de manuscritos do suplemento temático da Revista Saú...
    10/01/2019
  • Editora abre chamada para manuscritos que unam literatura e saúde pública
    10/01/2019
  • Revista Saúde em Redes lança chamada para trabalhos apresentados em seminário, n...
    16/01/2019

RECEBA NOVIDADES NO EMAIL

FALE CONOSCO

(51) 3391-1252

editora@redeunida.org.br

Secretaria Executiva - Rua São Manoel, 498
Bairro Santa Cecília - Porto Alegre - RS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba nossas notícias e novidades direto no seu email.

Copyright © EDITORA REDE UNIDA - 2018. Todos os Direitos Reservados.