Já viste como chora uma cerejeira?: Passos para uma antropologia da esquizofrenia

“Da combinação nem sempre homogênea de etnografia e teoria surge precisamente este livro, que está estruturado em quatro capítulos: “A enfermidade”, “A cidade”, “O confinamento” e “A linguagem”. (p.16)(…) Os dados etnográficos utilizados para a elaboração deste livro provém do meu trabalho de campo em diferentes instituições psiquiátricas de Barcelona ao longo de três anos … Continue lendo Já viste como chora uma cerejeira?: Passos para uma antropologia da esquizofrenia