Residências em Saúde

Residências em Saúde são modalidades da formação em saúde caracterizadas por uma aprendizagem intensiva no trabalho. As residências em medicina têm reconhecimento antigo. Os primeiros programas de residência médica como parte da formação especializada tiveram início em 1889, no Hospital da John’s Hopkins University, com residentes em cirurgia e, em seguida, em clínica médica. No Brasil, o Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo, implantou em 1945 um programa de residência em Ortopedia e, em seguida, no mesmo ano, o Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro implantou programas em Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia-Obstetrícia. As Residências em Área Profissional da Saúde foram assim criadas e denominadas pela Lei Federal nº 11.129/2005. Nas publicações da Editora Rede UNIDA, as residências em saúde são contadas e refletidas pelos seus autores e autoras a partir de enfoques conceituais, operacionais, relatos de experiências ou reflexões mais gerais sobre a formação e o trabalho em saúde.

  • EnSiQlopédia das Residências em Saúde 
    • A EnSiQlopédia das Residências em Saúde é composta por um um catálogo de termos e nomenclaturas mais utilizados no campo das Residências em Área Profissional da Saúde, circunscrevendo-os no mundo dos significados e, assim, oferecendo suporte aos atores sociais do cotidiano que tocam realidades, sentindo-as em sua pele. É uma leitura relevante às pessoas que têm interesse na temática, seja curiosidade inicial, seja de aprofundamento em temas mais clássicos dessa modalidade de formação. A obra tem inspiração em Qorpo-Santo, professor e dramaturgo brasileiro dos 1800, cuja confiança em um “projeto ensiqlopédico”, pretensão universalista de quase tudo abarcar, se fazia acompanhar da convicção de infinitude, incompletude, inacabamento e falibilidade. De um lado, a consciência de que é vão o desejo de enquadrar a realidade na linguagem e, de outro, de que é despropositado oferecer uma linguagem que enquadre a realidade. Organização: Ricardo Burg Ceccim, Daniela Dallegrave, Alexandre Sobral Loureiro Amorim, Virgínia de Menezes Portes e Belchior Puziol Amaral.
  • Formação de Formadores para Residências em Saúde: corpo docente-assistencial em experiência viva 
    • Este livro reúne ensaios críticos sobre a formação de preceptores e tutores em programas de residência integrada e multiprofissional em saúde, tomando por base um projeto em rede do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva, da Universidade Federal da Paraíba — NESC/UFPB. Escrita a muitas mãos, a obra oferta documentário e reflexão sobre a experiência de uma “comunidade de trocas” envolvendo professores universitários, profissionais da rede de gestão e serviços de saúde e profissionais de saúde residentes. A experiência surge da identificação de fragilidades na formação dos residentes, resultantes, entre outros motivos, da baixa qualificação do corpo docente-assistencial para o exercício das funções de preceptoria e tutoria. O livro está constituído em 12 capítulos, divididos em quatro sessões, as quais oportunizam uma visão agregada, mas que o leitor pode escolher por onde começar. Mas o livro não acaba em seu conjunto de capítulos, ele existe na medida em que se encontre com leitores e mobilize caminhos em novas experiências, com novos atores e com todos que desejem construir residências integradas e multiprofissionais em saúde. Organização: Ricardo Burg Ceccim, Lenilma Bento de Araújo Meneses, Valéria Leite Soares, Adriene Jacinto Pereira, Jordane Reis de Meneses, Roberta Cláudia dos Santos Rocha e José da Paz Oliveira Alvarenga.
  • Percursos Interprofissionais: formação em serviços no Programa Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde 
    • A coletânea é composta por 21 capítulos abordando questões que necessitam ser consideradas para que se estruture um Programa de Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde, partindo da experiência reconhecida da Unifesp na cidade de Santos/SP. Os textos abordam o momento em que os Programas de Residência Multiprofissional em Saúde deixam de ser projetos terminativos, individuais ou de grupos e passam a ser modelo prioritário de formação profissional para atuação nos diferentes níveis de Atenção à Saúde. E também, sobre as experiências vivenciadas por indivíduos audazes que aceitaram o desafio de implementar uma estratégia complexa que é a de articular diferentes saberes e fazeres, até então executados de maneira distinta e individual pelos profissionais, propor um novo processo de trabalho na Atenção Básica à Saúde e formar profissionais alinhados com as necessidades do SUS. Assim, de capítulo em capítulo, o leitor pode acompanhar os incidentes e as soluções encontradas para superá-los. Os relatos apresentam com simplicidade e riqueza de detalhes o percurso escolhido para alcançar os objetivos a que se propunham e se transformam em referência para aqueles que já participam desta modalidade de formação profissional, bem como para aqueles que querem propor a criação de um programa nesta área de atuação/especialidade. Organizadoras: Lúcia da Rocha Uchôa-Figueiredo, Terezinha de Fátima Rodrigues, Ieda Maria Ávila Vargas Dias
  • Residências em Saúde e o Aprender no Trabalho: Mosaico de Experiências de Equipes, Serviços e Redes 
    • A coletânea é fruto de um esforço de pesquisa e sistematização de experiências, que foi gerado a partir de uma chamada pública de artigos para que diferentes atores sociais apresentassem suas produções. Os textos aqui reunidos apresentam um mosaico de olhares sobre a formação em serviço e os desafios da formação em equipe. São, ao todo, 15 textos envolvendo mais de 30 autores e diversas (locais, instituições), heterogêneas (composição da base pedagógica e do constructo epistemológico) e distintas (profissões e arranjos nos serviços) experiências. Os autores são residentes, preceptores, tutores, coordenadores de programa e pesquisadores. Estes autores narram sobre aquilo que lhes importa, o que lhes toca. A escrita pode ter sido desencadeada por uma pequena fagulha de curiosidade ou por um problema que parecia sem solução. O que interessa a todos é dar espaço para a diversidade, para aquilo que se rearranja na situação de aprendizagem no trabalho em saúde. O que há de comum entre os diferentes programas de residência em saúde? Como se produzem trabalhadores que cuidam? Qual é a dose de invenção possível? O que há de singular em cada processo formativo? Como se aprende com o trabalho em saúde? Perguntas como essas se engendram nas experiências aqui relatadas. Sobretudo, se a experiência acolheu o convite, trata-se de uma aprendizagem que teve significado, por mobilizar atores e por mobilizar sua capacidade de pensamento. Organização: Alcindo Antônio Ferla, Cristianne Maria Famer Rocha, Ananyr Porto Fajardo, Daniela Dallegrave, Eloá Rossoni, Vera Lucia Pasini, Rafaele Garcia Sonaglio.
  • Residências e a Educação e o Ensino da Saúde 
    • A coletânea é fruto de um esforço de pesquisa e sistematização de experiências, que foi gerado a partir de uma chamada pública de artigos para que diferentes atores sociais apresentassem suas produções. Ela é composta por 18 capítulos envolvendo mais de 70 autores e diversas (locais, instituições), heterogêneas (composição da base pedagógica e do constructo epistemológico) e distintas (profissões e arranjos nos serviços) experiências. A unidade dos textos que compõem esta publicação está nos modos de aprender e produzir aprendizagem no cotidiano do trabalho, que são diversos e múltiplos entre as experiências selecionadas. A aprendizagem no cotidiano tem potência de vitalizar os conhecimentos e as teorias. Reúnem-se aqui fragmentos de histórias vividas. São histórias do cotidiano de trabalho, narradas a partir da produção de aprendizagens experienciadas em programas de Residências em Saúde. Com presença de vidas intensas, encadeamento desordenado e afetos com velocidades variáveis: este livro tem pulsação própria. Organização: Alcindo Antônio Ferla, Cristianne Maria Famer Rocha, Ananyr Porto Fajardo, Daniela Dallegrave, Eloá Rossoni, Vera Lucia Pasini, Rafaele Garcia Sonaglio.

Leia Mais:

  • A revista Saúde em Redes publica regularmente artigos sobre o tema das residências em saúde. Pesquise outras experiências, selecionando a temática no dispositivo de buscas.
  • O livro Interprofissionalidade e formação na saúde contem ensaios de especialistas sobre a temática, que também é de interesse para as Residências em Saúde.

Compartilhe:


0 comentários

Enviar um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS NOTÍCIAS

  • Planejar e Dimensionar a Força de Trabalho: início da formação para encarar o de...
    06/12/2018
  • Coordenador Nacional da Rede Unida participa de oficina de Educação Permanente e...
    06/12/2018
  • A Rede Unida parabeniza a excelência da ciência brasileira na pessoa e pesquisad...
    10/01/2019
  • Editora Rede Unida lança livros durante Seminário Internacional
    10/01/2019
  • Aberto período de submissão de manuscritos do suplemento temático da Revista Saú...
    10/01/2019
  • Editora abre chamada para manuscritos que unam literatura e saúde pública
    10/01/2019
  • Revista Saúde em Redes lança chamada para trabalhos apresentados em seminário, n...
    16/01/2019
  • Centro de Pesquisa e Estudos em Saúde da Nicarágua comemora 37 anos com chamadas...
    01/07/2019

RECEBA NOVIDADES NO EMAIL

FALE CONOSCO

(51) 3391-1252

editora@redeunida.org.br

Secretaria Executiva - Rua São Manoel, 498
Bairro Santa Cecília - Porto Alegre - RS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba nossas notícias e novidades direto no seu email.

Copyright © EDITORA REDE UNIDA - 2018. Todos os Direitos Reservados.