Educação Popular, Equidade e Saúde – Dispositivos pedagógicos e práticas lúdicas de aprendizagem na saúde: a caixa de ferramentas nas relações de ensino e aprendizagem

Sobre a Obra

Esta obra traz, em seus capítulos, uma coletânea de reflexões que  agrupa registros de experiências no desenvolvimento do cuidado, formação, trabalho e participação social em saúde no cotidiano do sistema de saúde como campo de produção de saberes que tomou as práticas de educação popular em saúde e de educação permanente desenvolvidas como objetos de análise, pelo fato destas dizerem de processos que vêem transformando realidades, relações e os sujeitos implicados nessa construção.

Integra uma rede em expansão desenvolvida por uma articulação científico-popular constituída por trabalhadores dos serviços de saúde, por conselheiros, estudantes, residentes, movimentos e organizações populares, docentes e pesquisadores de diversas regiões do Brasil que trazem as concepções e práticas da educação popular em saúde como base.  Aliadas a isso, experiências de pesquisadores(as) de países da América Latina que têm atuação comunitária e social se conectaram a essa rede e trazem um pouco de suas reflexões nessa obra.

 A obra traz reflexões de diversas regiões do Brasil e da América Latina e se organiza em duas sessões: a primeira evidencia as redes colaborativas de formação, cuidado e participação em  defesa da vida,  da saúde e do SUS,  aprofunda a sistematização de experiências como dispositivo pedagógico; reflete sobre práticas e dispositivos pedagógicos na promoção da equidade junto às comunidades quilombolas; na formação médica; em programas de residência multiprofissional em saúde, de formação docente na saúde coletiva e de formação histórica e política para estudantes das áreas da saúde.

A segunda sessão nos faz refletir sobre as práticas populares e integrativas de cuidado em saúde, a partir dos processos de formação em rede; assim como análise sobre diálogos de saberes para a construção social da saúde comunitária integrando interculturalidade e agroecologia; os diálogos por Bem Viver;  Esperança e Alegremia, reflexões sobre  Espiritualidade e Saúde Mental e  sobre a Amistosofia.

Organizadores: Vanderléia Laodete Pulga, Vera Lúcia de Azevedo Dantas, Osvaldo Peralta Bonetti, Etel Matielo e Alcindo Antônio Ferla
ISBN: 978-65-87180-01-4
DOI: 10.18310/9786587180014

Compartilhe:


PDF

0 comentários

Enviar um comentário



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *