Práticas Corporais no Campo da Saúde: uma política em formação

Sobre a Obra

A obra apresenta um conjunto de capítulos que desenvolvem temas relativos às mudanças epistêmicas no campo da educação e controle dos corpos. Traz para o debate um período histórico marcado pela educação dos corpos que resultou em uma importante veículo de massificação e apresenta as mudanças na concepção das funções do Estado que intervém além do físico dos corpos individuais – a educação física a serviço do biopoder. A obra também discorre sobre as racionalidades que sustentam as práticas corporais e o estilo de vida saudável e seus diferentes desdobramentos – a biopolítica do século XXI e seus conceitos correlatos. Traz ao debate a ciência contemporânea que fundamenta os saberes do campo biomédico e que definem as possibilidades humanas e a saúde, definindo potencialidades, limites, promessas, “incluindo aquelas de ordem genética/mental/neuronal, indicando os caminhos supostamente corretos e verdadeiros”. As práticas corporais e o Sistema Único de Saúde são apresentados, problematizando a formação do profissional e suas intervenções.

Organizadores: Ivan Marcelo Gomes, Alex Branco Fraga e Yara Maria de Carvalho
ISBN:
DOI: 10.18310/9788566659375

Compartilhe:


PDF

0 comentários

Enviar um comentário



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *