Práticas de avaliação em saúde no Brasil – diálogos

Sobre a Obra

“O presente livro é mais uma contribuição ao debate da avaliação em saúde no Brasil. Dividido em duas partes,  voltadas  respectivamente  ao  debate  de  questões transversais à área na atualidade e a discussões de questões da avaliação com base empírica constituída pelo Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica  (Pmaq).  As  interfaces  entre  os  campos  científico  e burocrático  na  constituição  do  espaço  social  da  avaliação no Brasil e reflexões entre iniciativas avaliativas em áreas específicas  –  avaliação  econômica,  avaliação  em  DST- Aids e avaliação tecnológica – são desenvolvidas na primeira parte, composta por quatro capítulos. Os cinco capítulos da segunda parte tomam o Pmaq como objeto central de suas reflexões, sendo o último deles a oferta de subsídios para avaliação sistemática do próprio Pmaq, dirigido a eventuais meta-avaliações  do  mesmo.  Ao  final,  contamos  com  um posfácio, redigido pelo prof. Oswaldo Tanaka, que cumpre a função de alinhar essa publicação ao que vimos afirmando: ao indagar sobre para onde caminhamos com a avaliação no Brasil e apresentar suas concepções, convoca-nos ao debate  em  torno  das  direções  para  os  diversos  modos de  compreendermos  e  efetivarmos  avaliações.  O  que queremos e, sobretudo, de que precisamos para subsidiar o contínuo processo de civilidade de nosso país, para o qual a avaliação sistemática pode contribuir, é um debate aberto e que se materializa também neste livro.” Trecho da apresentação dos organizadores.

Organizadores: Marco Akerman e Juarez Pereira Furtado
ISBN: 978-85-66659-46-7
DOI: 10.18310/9788566659467

Compartilhe:


PDF

0 comentários

Enviar um comentário



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *