Hanseníase: Direitos Humanos, Saúde e Cidadania

Sobre a Obra

Uma aproximação entre movimento social e academia para uma abordagem interdisciplinar do tema da hanseníase, que considere os aspectos da saúde de forma inter-relacionada com os direitos humanos e a participação social. Essa é a proposta que molda a parceria entre o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e a Editora Rede Unida, que resulta agora no volume “Hanseníase: Direitos Humanos, Saúde e Cidadania”, uma edição especial dos Cadernos do Morhan em formato de livro, pela série Interlocuções – Práticas, Experiências e Pesquisas em Saúde, da editora.

O livro foi elaborado a partir de uma chamada pública realizada entre final de 2019 e início de 2020. Avaliados pelo Núcleo de Pesquisa do movimento, os artigos finais somam 19 e envolvem a contribuição de 89 pesquisadores/as, sendo alguns e algumas voluntários/as de núcleos Morhan espalhados pelo país. Mais um passo na jornada que o Morhan vem trilhando para se consolidar como um tradutor das experiências e saberes de base do movimento social em um amplo diálogo com a sociedade, os governos e as universidades.

A Relatora Especial da ONU para a eliminação da discriminação contra as pessoas afetadas pela hanseníase e seus familiares, Alice Cruz, assina o prefácio. A organização é de Artur Custódio, coordenador nacional do Morhan, Paula Brandão, coordenadora do departamento de pesquisa do movimento, e Nanda Duarte, coordenadora da comunicação social. O volume, de 516 páginas, conta ainda com o apoio da Sasakawa Health Foundation.  

Organizadores: Artur Custódio Moreira de Sousa,Paula Soares Brandão e Nanda Isele Gallas Duarte
ISBN: 978-65-87180-25-0
DOI: 10.18310/9786587180250

Compartilhe:


PDF

0 comentários

Enviar um comentário



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *